28 dezembro 2010

Fast Blogging x Slow Blogging

Eu quase nunca apareço por aqui. Eu tenho mais posts me desculpando pela minha ausência (e prometendo mais posts) do que qualquer outro tipo. Por isso, talves, eu me oponha tão fortemente a trivializar meus posts quando eu posto. E eu sei que as vezes meus textos são longos, ou cansativos, mas eu preciso escreve-los assim. Eu sempre fui uma slow blogger. Para quem não sabe o que significa, slow blogging é um movimento de blogueiros que defendem uma blogosfera talves menos frequente, mas com mais conteúdo. Trocando em miudos, é blogar menos, mas blogar melhor. Ao invés de postar imagens engraçadas, videos e ou piadinhas, que são tão comuns hoje, e movimento sugere que nos voltemos aos textos bem feitos, pensados, e que costumavam habitar a blogosfera nos seus primórdios. 

Isso não significa ser melhor ou pior do que os fast bloggers, que são o oposto dos slow blogger. Os fast bloggers costumam ser mais frequantes, e constantes nas suas postagens, e constância é um ponto importante na hora de fidelizar leitores. E mesmo os blogs que só publicam imagens e videos engraçados, amealhados na internet, não são de todo ruins. Todo mundo gosta de uma diversãozinha básica, uma descontraida no meio do stress do dia-a-dia. Essa é, na minha visão, a função primordial deles: distrair.

Por outro lado...
Tem essa garota, que tem um blog que eu não vou publicar porque não tenho a devida autorização, que, na minha opinião, tinha um blog que era um primor. Eu cheguei a me inspirar um pouco nele na hora de escrever para o Macbeth-Circus... Ela era um pouco como eu: passava longos períodos afastada do blog, apesar de eu a ver ativamente no twitter todos os dias... Em certo momento eu achei que ela tinha largado de vêz...
Aí de repente, ela voltou. Mas ela não era mais ela. Se antes ela postava pouco, pelo menos os posts dela eram invariavelmente interessantes. Agora toda vez que abro meu Reader, lá está ela, com pelo menos uns 10 posts novos todos os dias. Ela até escreveu um post falando sobre isso, dizendo que ela ia ser menos exigente com ela mesma, a partir daí, e postar com mais freqüência. Ela esta cumprindo as duas promessas. E sabe de uma coisa? Eu acho que vou parar de acompanhar o blog dela. Ficou chato. Ficou repetitivo. Como um milhão de outros blogs por aí. Ela mal comenta o que posta lá.  Não faz mais sentido seguir.

Eu tenho de 100 a 200 novos posts para ver todos os dias. É muito? É. E as vezes, eu simplesmente me canso e deleto alguns. Adivinha? Os Fast Bloggers vão primeiro. Sem dó nem piedade. É muito mais dificil você ter um fast blog interessante do que ter um slow blog interessante. E achar fast blogs interessantes é quase impossivel. 

Apago mesmo. E pra falar a verdade, até agora, nenhum fez falta.